O Ponto de Equilíbrio (PE) é um dos indicadores contábeis que informa ao empresário o volume necessário de vendas, num determinado período, para cobrir todas as suas despesas. Sendo assim, estimar o PE com a maior precisão possível é o melhor caminho para saber exatamente quanto você precisa vender, durante cada mês, para não sair no prejuízo.

E COMO CALCULAR?

Mesmo sendo um indicador muito simples e fácil de calcular, muitos ainda não sabem como. Por isso, vamos explicar o passo a passo para que não haja erros.

Antes de mais nada, é preciso relacionar todos os custos da empresa e depois classificá-los em fixos e variáveis. Fixos são aqueles que independem das vendas (água, luz, telefone, salários, entre outros), enquanto os variáveis são os que custos existentes quando ocorre alguma venda (comissão do vendedor, tarifa do cartão, impostos, etc.)

Feito isso, o próximo passo é encontrar o total do custo fixo e do variável, sendo que este último precisa-se verificar o percentual que ele representa das vendas. Assim, basta dividir o total do Custo Variável pelo Total de vendas, que terá um índice.

Depois é só fazer a seguinte conta: subtrair 1 pelo índice encontrado e dividir o resultado pelo valor do Custo Fixo Total. Desta forma, você terá encontrado o Ponto de Equilíbrio.

Segue um exemplo para deixar ainda mais claro:

Total do Custo Fixo: R$ 2.000

Total do Custo Variável: R$ 6.000 (para o volume de vendas a seguir)

Total das Vendas: R$ 10.000

Percentual do Custo Variável: 6.000 / 10.000 = 0,60

Índice: 1 – 0,06 = 0,04 (também chamado de Margem de Contribuição)

Agora é só aplicar a Fórmula: Ponto de Equilíbrio = Custo Fixo / Índice

Ou seja, PE = 2.000 / 0,40 = 5.000

Calcular o Ponto de Equilíbrio é uma verdadeira ferramenta de gestão, afinal, você vai ter uma ótima ideia dos custos envolvidos em sua empresa, bem como o nível de vendas que você vai precisar gerar para cobri-los. No entanto, vale destacar que o PE Operacional aponta apenas a meta de venda para que sejam pagos o custo dos produtos, os custos variáveis e as despesas mensais, sem geração de lucro. Um controle mais efetivo dessas informações, visando justamente esse crescimento, pode ser alcançando com a implantação de um software de gestão ERP, como o ProComércio.

Clique aqui e conheça um pouco mais do ProComércio, o software ERP que vai ajudar você a alavancar seus negócios. Mas se você já conhece, fale conosco, marque uma consultoria gratuita e saiba como o ProComércio pode ser eficiente para o seu negócio.