Ter uma boa noção de quantos itens serão vendidos a cada mês e saber qual é o momento oportuno de comprá-los dos fornecedores, não é uma tarefa fácil da gestão – principalmente nas grandes empresas, quando produtos ficam parados e geram perdas, por exemplo. Para te ajudar a não correr riscos, seguem 04 dicas do que pode ser feito para melhorar seu giro de estoque:

DIAGNÓSTICO

O primeiro passo é analisar quais são os produtos com maior saída, os que estão com baixo giro e os que estão em excesso no estoque. No momento da reposição deve ser dada prioridade aos itens que correspondem a 80% do faturamento. Em certos casos é melhor deixar de trabalhar com produtos que giram abaixo da média, pois eles podem não compensar o capital consumido.

ARMAZENAMENTO

Um estoque que não gira, além de ser dinheiro parado, gera custos de armazenamento. Quanto maior o estoque, maior a necessidade de espaço, manutenção, manuseio e pessoas.O risco de avarias, quebras e desvalorização de produtos também é alto. Negocie entregas mais frequentes com os fornecedores, assim o custo relacionado ao espaço deverá diminuir.

TREINAMENTO

É muito comum, principalmente quando se trata de um produto novo no mercado ou na empresa que os vendedores não saibam explicar como ele funciona. Treine os funcionários para evitar que estes itens encalhem, por não saberem explicar as vantagens aos clientes. Pode ser vantajoso incentivar os vendedores por meio de comissões específicas e temporárias para produtos com giro baixo. É comum que alguns fiquem esquecidos pelos vendedores quando o catálogo é grande.

VENDAS

Um dos motivos do produto encalhar na prateleira é o preço incompatível com o mercado, neste caso é importante reavaliar se é possível competir com o preço da concorrência. Liquidar todo o estoque é uma saída quando um produto encalha de vez ou está para atingir a validade, é o caso de produtos perecíveis ou porque uma coleção nova está para chegar é o caso de lojas de roupas e calçados.
Para todas estas situações, um software de gestão como o ProComércio lhe dará as respostas:

O Relatório dos Produtos que mais giraram mostrará as vendas por produto em ordem descendente de quantidade, assim você identificará quais vendem mais. Além disso, você também poderá se valer do resumo das vendas por Fornecedor, Seção e Grupo, que possui os identificadores de representatividade e lucratividade, ajudando-o a avaliar se uma alta lucratividade está com pouca representatividade nas vendas – neste caso, o produto deverá ser reposicionado na área de vendas e incentivar os vendedores a oferecê-lo.

O Relatório dos produtos que não giraram mostrará os produtos que estão sem venda em determinado período e a quantidade em estoque disponível. Você deverá avaliar os motivos para este estoque estar parado: Se o preço está fora do praticado no mercado avalie a possibilidade de equalizar o preço; Caso os vendedores tenham esquecido deste produto, treine-os e reposicione o produto na área de vendas; caso o produto esteja com o preço adequado ao mercado e os vendedores estejam oferecendo, veja a possibilidade de colocá-lo em promoção. Em seguida se valha do Relatório dos Clientes que adquiriram um Produto para avisar os clientes que já o compraram que o mesmo está em promoção.

O Relatório de Qual o tempo de Cobertura do Meu estoque lhe dirá exatamente o que você deve comprar para repor o estoque no tempo e quantidade certa. Ele se valerá das informações: tempo de entrega do produto e média de vendas baseado no período de 1 a 6 meses de vendas.

Agende uma visita grátis conosco a fim de demonstrarmos como o ProComércio pode auxiliar na Gestão Empresarial do seu negócio.